Delta Q Ginga agora em cápsulas

Targeting
Targeting 26 de Junho, 2023

A Angonabeiro, acaba de disponibilizar um novo produto que, segundo a marca, vai reforçar ainda mais a ligação com os consumidores angolanos: o lançamento das novas cápsulas de café, desenhadas e produzidas para funcionarem no sistema Delta Q. Este é um marco importante para a marca, pois é a primeira vez que a Angonabeiro produzirá localmente as cápsulas Delta Q Ginga com recurso apenas à café 100% nacional.

De formas a facilitar a vida dos consumidores de café em cápsulas que já têm máquinas Delta Q e que se têm rendido ao sabor e benefícios do café, a Angonabeiro coloca à disposição dos mesmos cápsulas de café exclusivamente nacional da marca Delta Q Ginga.

Com esta aposta vamos colocar o nosso produto estrela ainda mais próximo dos consumidores. A produção e comercialização das cápsulas de café Ginga cumpre duas das nossas principais missões: investir no relançamento do café angolano e consolidar as restantes marcas do grupo, em especial a Delta Q.”

Nuno Moínhos, Director Geral da Angonabeiro

As novas cápsulas de café Ginga resultam de um investimento na linha de enchimento de café em cápsulas, integrado no programa de apoio ao aumento da produção nacional de café fresco, através do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI).

“Na Angonabeiro trabalhamos, em permanência, no sentido de garantir que o café angolano volta a ganhar o prestígio de outrora nos mercados interno e externo. Queremos continuar a introduzir o café no dia-a-dia dos consumidores angolanos, e a promover e aumentar os seus hábitos, oportunidades e momentos de consumo. Pretendemos não só aumentar o consumo de café no geral, mas também aumentar e democratizar o consumo do café em cápsulas, assim como reforçar a ‘angolanidade’ da marca Delta Q”, acrescenta Nuno Moínhos.

As cápsulas de café Ginga já estão disponíveis em todos os supermercados em Angola e cada embalagem contém 10 unidades. A produção das mesmas está a ser feita na fábrica de café da Angonabeiro, no município de Cacuaco, onde espera-se uma capacidade anual de produção de até 10 milhões de cápsulas.

Redacção: ola@targeting.ao

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *