Ad imageAd image

Eni lança Programa de Cozinha Sustentável em Angola

Targeting
Targeting

Clean Cooking, ou Cozinha Sustentável em português, é o nome do programa récem-lançado pela Eni, através da sua subsidiária Eni Natural Energies Sucursal em Angola, uma iniciativa oriunda da sequência do acordo assinado com o Governo de Angola em Julho de 2022 e que visa apoiar as famílias que vivem em áreas rurais e periurbanas de 7 províncias do país no acesso a soluções de cozinha mais eficientes, fiáveis e sustentáveis em termos energéticos.

Segundo a surcusal em Angola, o projecto tem a meta de atingir mais de 2 milhões de pessoas até 2030, sendo que 50 mil pessoas já foram envolvidas até ao momento, trazendo benefícios relativos à redução de emissões associadas às actividades culinárias, prevenção de riscos para a saúde dos utilizadores de fogões e promoção da saúde para famílias e grupos vulneráveis. Também melhorará a produção e a indústria local, a igualdade de género, a preservação dos recursos florestais e da biodiversidade.

“O Programa que lançamos hoje é a primeira iniciativa de compensação de carbono que, como Eni Natural Energies, começamos a implementar em Angola, e se enquadra dentro da estratégia global de descarbonização da Eni”, afirma João Maria da Silva Júnior, Director Geral da Eni Natural Energies – Sucursal em Angola.

Ainda segundo o comunicado, como modelo distintivo, quase 90% dos fogões melhorados distribuídos em Angola serão produzidos localmente, contribuindo assim para o desenvolvimento do empreendedorismo, competências técnicas e criação de oportunidades de emprego. Além disso, o programa inclui a concessão de bolsas de estudo em energias ambientais e renováveis, a construção de dois Centros de Formação Profissional em Luanda e Benguela, e campanhas de sensibilização sobre nutrição e higiene básica, para fortalecer os serviços de saúde locais e o sistema educativo.

O projecto faz parte do programa mais amplo de Cozinha Sustentável da Eni, que está actualmente em curso em Angola, Congo, Costa do Marfim, Moçambique e Ruanda, sendo que em Angola as actividades são realizadas em cooperação com os Salesianos de Dom Bosco e os Médicos com África CUAMM.

O Programa Cozinha Sustentável enquadra-se na estratégia da Eni de alcançar a neutralidade carbónica até 2050, com uma combinação de diferentes alavancas e tecnologias, incluindo soluções baseadas na natureza e na tecnologia, para compensar as emissões residuais que não podem ser reduzidas através de tecnologias existentes, com créditos de carbono de alta qualidade.

Redacção: ola@targeting.ao

Experimente o Dark Mode. Clique no botão do canto superior direito, junto à barra de pesquisa.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *