Ad imageAd image

A estratégia da Amazon para concorrer com Shein e Temu

Targeting
Targeting

A Amazon anunciou o lançamento de uma nova secção de produtos vendidos e enviados directamente da China, numa estratégia destinada a travar o rápido crescimento da Temu nos Estados Unidos, a loja virtual chinesa integrante da PDD Holdings. A notícia, revelada pelo The Information, indica que a gigante do comércio electrónico já começou a cadastrar vendedores chineses interessados em enviar produtos para consumidores americanos.

Os documentos internos divulgados mostram que a Amazon também está a mirar na Shein ao oferecer uma vasta gama de produtos de moda, com promessas de entrega nos EUA num prazo de 9 a 11 dias. Este movimento visa tanto ampliar o catálogo da Amazon, como proporcionar aos consumidores uma alternativa robusta e competitiva às populares plataformas chinesas de e-commerce.

De acordo com fontes próximas aos planos da Amazon, os vendedores chineses terão a liberdade de escolher os produtos a listar e os preços a praticar. Além disso, terão a possibilidade de produzir pequenos lotes de produtos para testar a procura no mercado americano. Esta flexibilidade permitirá aos vendedores adaptarem-se rapidamente às preferências dos consumidores dos EUA, melhorando a sua competitividade.

Um ponto ainda por esclarecer é se estas remessas estarão sujeitas à regra dos EUA que isenta de impostos compras de até 800 dólares realizadas no exterior. Actualmente, a Shein e a Temu aproveitam esta vantagem tributária para oferecer preços mais baixos aos consumidores americanos. A decisão da Amazon sobre este aspecto será decisivo para determinar a viabilidade e competitividade desta nova secção.

Certo porta-voz da Amazon comentou a nova estratégia ao afirmar que “estamos sempre a explorar novas maneiras de trabalhar com os nossos parceiros de vendas para encantar os nossos clientes com mais selecção, preços mais baixos e maior conveniência”.

Este anúncio surge num momento em que o comércio electrónico está em plena expansão, com plataformas como a Temu e Shein a ganhar popularidade significativa entre os consumidores americanos devido aos seus preços competitivos e vasta gama de produtos. A Amazon, sendo um dos principais players no mercado do e-commerce, procura agora adaptar-se e responder a estas novas dinâmicas competitivas.

Redacção: ola@targeting.ao

Experimente o Dark Mode. Clique no botão do canto superior direito, junto à barra de pesquisa.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *