DP World renova Escola 1402

Targeting
Targeting 21 de Novembro, 2023

Inaugurada em 1995 e com simplesmente duas salas de aula, a escola número 1402 de São Pedro da Barra, passou, desde a semana passada, a ter nove salas de aula como resultado da reabilitação que a DP World Luanda, Gestora do Terminal Multiusos do Porto de Luanda, procedeu naquela escola localizada no município de Cacuaco.

Com um orçamento de 150 milhões de kwanzas, a DP World Luanda entregou não só nove salas de aula, como também uma biblioteca, uma enfermaria, uma arrecadação e seis casas de banho que apoiam os estudantes e professores. No recinto escolar foi também construída uma quadra de jogos multi-funcional. Com a reabilitação efectuada, o recinto passa a poder albergar, com melhores condições, mais de 700 alunos com idades compreendidas entre os 5 e os 12 anos que ali frequentam desde o ensino pré-escolar até à 6ª classe.

Aquando da entrega da escola à comunidade do bairro São Pedro da Barra, Paco Pinzon, CEO da DP World Luanda, afirmou que “a empresa apoia e apoiará sempre a aposta na educação, porque dela depende o futuro das crianças e dos jovens no mundo inteiro”, destacando que a modernização da Escola 1402 enquadra-se no vasto programa de responsabilidade social que a empresa multinacional de logística pretende implementar em Angola. “Ajudar para que as crianças desta comunidade possam estudar em melhores condições foi o objectivo que nos moveu rumo a esta reabilitação e aqui chegados posso dizer-vos que estamos verdadeiramente entusiasmados e satisfeitos”, reforça o responsável.

A Escola de São Pedro da Barra acolhe crianças do município de Cacuaco e outras vindas do município do Cazenga, e ainda da área conhecida como Farol das Lagostas, na zona costeira. Recebe também as crianças órfãs que são encaminhadas pelo Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU) e do Instituto Nacional da Criança (INAC).

Experimente o Dark Mode. Clique no botão do canto superior direito, junto à barra de pesquisa.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *