A Paula e a gestão da marca de bebida mais popular do mundo

Targeting
Targeting 29 de Março, 2023

Paula Lima Matoso, uma mulher apaixonada por marketing, publicidade e gestão de marcas, licenciada em Comunicação Social pelo Instituto Politécnico de Setúbal, em Portugal. A sua garra e determinação fizeram-lhe passar por diversas empresas nacionais, mas, actualmente em Angola, sua terra natal, assume o cargo de Brand Manager da Coca-Cola Company, onde tem sido a responsável pela adaptação das estratégias globais da marca no mercado angolano.

Entre 2018 e 2020, já inserida na Coca-Cola, assumiu e geriu em simultâneo os mercados de Angola e Malawi. Paula Lima Matoso é a quarta mulher da rubrica “Elas no Comando”, série de entrevistas que o TARGETING tem feito a mulheres que ocupam cargos de liderança em departamentos de médias e grandes empresas angolanas ou com operações em Angola.

“Durante algum tempo pensei que ter um cargo de liderança numa multinacional era uma realidade que estava muito longe da minha, mas nunca deixei que esse pensamento me bloqueasse. Em todos os projectos que estive, dei sempre o meu melhor, tentei criar pontes com as pessoas que me rodearam e hoje vejo que isso me ajudou a construir o caminho até aqui.”

Fale-nos do seu percurso académico e profissional até chegar a Paula que temos hoje, a gestora da marca Coca – Cola para o mercado angolano.

Fiz todo o meu percurso escolar em Portugal, incluindo a Licenciatura em Comunicação Social no Instituto Politécnico de Setúbal. Após a conclusão da mesma, comecei a minha carreira como Gerente de Vendas e Publicidade numa editora de revistas médicas de nome Medicográfica, em Lisboa.

Em 2008 decidi regressar a Luanda e juntei-me à Back, uma agência de comunicação que estava a dar os primeiros passos no mercado. Fiquei aproximadamente dois anos na Back como Gerente de Contas Júnior, geri projectos do BFA e da Sonangol Distribuidora, entre outros. A seguir, fui convidada a fazer parte da equipa da Executive, a agência de comunicação mais antiga do mercado angolano, onde geri projectos 360º da MultiChoice/DStv, SuperSport, TV Globo, Unicer, South Africa Tourism e The Coca-Cola Company, por quase 5 anos. Em 2015 juntei-me à AutoSueco Angola para ser a Coordenadora de Marketing e gerir as marcas Volvo Cars, Volvo Trucks e SDMO. Nesse mesmo ano fui convidada para ingressar na The Coca-Cola Company (TCCC), e desde então sou a Directora de Marketing em Angola.

Durante o tempo em que está na Coca-Cola, quais marcas teve o privilégio de lançar?

Estou na companhia desde 2015 na gestão das marcas Coca-Cola, Fanta, Sprite e Schweppes. Em 2020 lançamos em Angola a Minute Maid, aquela que é a marca número um de sumos em todo o mundo, em dois formatos (350ml e 1,5l) e três sabores (Tropical, Laranja e Maçã).

Não deve ser uma tarefa fácil gerir o marketing, a nível nacional, de uma marca mundial. Mas ainda assim ficamos a saber que em 2018 a Paula foi promovida a Marketing Manager de Angola e Malawi. Como deu conta dessa responsabilidade de gerir dois territórios em simultâneo dentro do continente africano?

Foi um desafio muito interessante pois são duas realidades sociais e económicas muito distintas, contudo muito inspiradoras. Estar exposta a outro mercado deu-me a possibilidade de implementar alguns projectos com o mesmo racional criativo, mas com objectivos e targets diferentes, o que é algo que acaba por agregar valor à nossa carreira.

Quais são os seus maiores desafios no dia-a-dia da sua função, tendo em conta a grandeza da marca que representa?

O grande desafio é garantir que a comunicação da marca responda às necessidades do nosso consumidor e, tendo em conta que o nosso público tem especificidades únicas, é imperativo que tudo o que fazemos se traduza em soluções de valor para o nosso consumidor. Por outro lado, encontrar o equilíbrio entre atingir os objectivos de marketing e o retorno do investimento é algo que faz parte dos meus objectivos diários.

Paula Lima Matoso, Senior Brand Manager Coca Cola Angola.

E quais características ou habilidades considera essenciais na gestão de uma marca multinacional? Como as desenvolve e alimenta regularmente?

Existem alguns requerimentos que são essenciais, alguns deles mais ligados aos hard skills e outros aos soft skills, como ser fluente na língua inglesa; ter a mente aberta para experimentar novas soluções; ter a capacidade de adaptação à mudança; e capacidade de trabalhar sob pressão e em equipa. Apostar na nossa formação, também é essencial. Felizmente na Coca-Cola tenho a oportunidade de aprender constantemente, tanto através de cursos online, de forma presencial e on job.

As mulheres ainda são minoria em cargos de direcção. Do início da sua carreira para cá, como analisa esse cenário e o que fazer para mudar essa realidade?

Sinto que estamos a fazer progressos significativos e que já estamos a caminhar para uma maior igualdade de género em algumas instituições, contudo, o caminho a percorrer ainda é longo!

Temos cada vez mais mulheres a demonstrarem que, por mérito próprio, conseguem desempenhar posições de relevância e apresentar resultados. Olhemos para o exemplo da  Assembleia da República, onde temos 83 mulheres deputadas nesta legislatura vs 59 da legislatura anterior. Temos uma mulher como Vice-Presidente da República, a Esperança Costa, temos Vera Daves como Ministra das Finanças, temos a Palmira Barbosa como Ministra da Juventude e Desporto, entre outros exemplos que nos mostram que há oportunidades para nós mulheres, contudo o desempenho ditará o nosso sucesso.

“Lugar da mulher é onde ela quiser”. Acha que o seu cargo pode abrir espaço para que outras mulheres consigam almejar uma carreira de liderança?

Durante algum tempo pensei que ter um cargo de liderança numa multinacional era uma realidade que estava muito longe da minha, mas nunca deixei que esse pensamento me bloqueasse. Em todos os projectos que estive, dei sempre o meu melhor, tentei criar pontes com as pessoas que me rodearam e hoje vejo que isso me ajudou a construir o caminho até aqui. Tenho esperança que o meu exemplo sirva de inspiração para as jovens profissionais continuarem a perseguirem pelos seus objectivos e que nunca deixem de acreditar que é possível chegar mais longe.

É jovem, mãe, esposa, tudo isso atrelado ao cargo que tem na Coca-Cola. Há limites para mulheres como a Paula?

O limite é o céu, como se costuma dizer. Penso que cabe a nós, mulheres, provar todos os dias que conseguimos ser multifacetadas e competentes em todas as vertentes da nossa vida.

É importante que tenhamos foco para não nos distrairmos com o que não for relevante e que sejamos muito organizadas para dar resposta a todos os compromissos que assumimos.

Foi anunciada recentemente como membro do Conselho de Júris da Superbrands 2023. Como recebeu o convite e o que sente ao assumir tal função?

Fiquei entusiasmada com o convite! O projecto da SuperBrands tem estado a consolidar-se e fico contente de poder dar o meu contributo. Acredito que a valorização das marcas é um caminho para tornar a nossa economia mais sustentável no longo prazo, pois acaba por promover o consumo interno.

“O grande desafio (em comunicar uma marca grande) é garantir que a comunicação da marca responda às necessidades do nosso consumidor e, tendo em conta que o nosso público tem especificidades únicas, é imperativo que tudo o que fazemos se traduza em soluções de valor para o mesmo. Por outro lado, encontrar o equilíbrio entre atingir os objectivos de marketing e o retorno do investimento é algo que faz parte dos meus objectivos diários.”

O que mais a motiva, o que lhe faz inspirar e recomeçar?

Gosto de desafios, de trabalho em equipa e de aprender com os outros. Sempre que tenho oportunidade de estar envolvida em situações que envolvem uma destas componentes, não deixo escapar.

Tirando o crachá, quem é a Paula Lima?

Sou muito outgoing e simples. Gosto de cuidar da minha família, ouvir boa música, praticar desporto, viajar, gosto do sol e do mar!

Sente-se uma mulher realizada ou ainda tem metas e sonhos por alcançar?

Ainda existem alguns sonhos por concretizar e principalmente muitos locais e países por visitar.

Fotografia: Rafael Monteiro

Redacção: ola@targeting.ao

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *